Gnósticos – Hereges que Sabiam Demais!

A leitura dos evangelhos, sejam eles canônicos ou apócrifos, deve seguir a uma análise atenta do ponto de vista histórico, especialmente levando em conta a época em que foram escritos, caso contrário serão realizadas leituras psicológicas, filosóficas e tantas outras enfadonhas, cheias de opiniões pessoais que são arrumadas de improviso, em uma tentativa muitas vezes leviana e precipitada de se popularizar Jesus como o único caminho de salvação de uma humanidade “pecadora”, bem como despontar de forma pretensiosa como a verdadeira explicação dos ditos de Jesus. E muitas vezes nem se preocupa em verificar se Jesus teria realmente, dito isto ou aquilo.